Logo AFL
Associação de Futebol de Lisboa
banner

Galeria de fotos

12-09-2015

Paulo Teixeira visita o Museu!

Paulo Alexandre Rosa Teixeira, Árbitro nacional jubilado de Futsal veio ter connosco numa missão muito especial: Depositar, para todo o sempre, na AFL a camisola que os seus colegas lhe ofereceram, assinaram e entregaram-lhe no último curso em que participou. Gesto muito bonito e que demonstra quanto este ilustre filiado tem pela Associação de Futebol de Lisboa, que se sente muito honrara com tal distinção.

Paulo Teixeira, 51 anos muito bem conservados, lisboeta de coração, nasceu na Freguesia de Santa Isabel, foi um dos pioneiros que frequentou o primeiro curso de Árbitro de futebol de cinco (no tempo em que um dos Árbitros usava bandeirola), primórdio do futsal, sendo aprovado em 24.09.1989 e terminou a sua exemplar carreira ao fim de 24 ininterruptos anos ao serviço da causa que abraçou, sempre com bons desempenhos e excelente aceitação por todos os intervenientes nos inúmeros jogos que dirigiu, o que não é de estranhar pelo seu carácter, presença e conhecimento, atributos que dignificavam e valorizavam a modalidade. Acompanhou muitos jovens Árbitros que assimilaram muito dos seus saberes e, naturalmente, atingiram elevados patamares na escala da arbitragem nacional e internacional.

No início teve como formadores os mais experientes e entendidos no sector, casos de Alfredo Basílio, Carlos Sales, Fernando Costa, Fernando Jorge Pereira, Joaquim Cabeça Gomes e Joaquim Moreira. Esteve nos quadros nacionais durante 16 anos e, para além de ter dirigido 13 desafios do maior despique entre rivais (Benfica-Sporting), não tendo o estatuto de internacional, não deixou de actuar em jogos onde intervieram clubes e selecções de Angola, Azerbeijão, Croácia, Espanha, Holanda, Hungria, Inglaterra e Moçambique.

Antes, ainda, de enveredar pela carreira de Árbitro foi dirigente do Clube Atlético da Encarnação e praticante de futebol no Clube da Quinta do Morgado. O futuro, tendo em atenção o normal seguimento da sua activa participação desportiva enquanto Árbitro de Futsal, espera-o, para desempenhar as funções de Observador, Dirigente, Formador, etc.

Foi distinguido pela Câmara Municipal de Sintra e pelo Conselho de Arbitragem da centenária Associação de Futebol de Lisboa com medalhas de reconhecimento. Paulo Teixeira deixou sentida mensagem no livro de honra do Museu.

foto1


foto2


foto3


foto4


foto5


foto6


foto7


foto8